4 de mai de 2010

Permanece

Permanece em meu peito,
negando todo o direito,
como rio que muda de leito,
muda seu traçado para ser melhor,
alcança o mar para correr eterno e maior.
Permanece o sabor do primeiro beijo,
como os braços se procuravam em desejo,
este que fazia queimar e ativar o anseio,
de nos termos o dia inteiro!
Permanece o brilho,
uma canção e seu estribilho,
notas de um amor profundo,
que vejo em tudo,
que pode mudar o futuro!
Permanece em ti meu mundo!

(Para Cristiane)