31 de dez de 2009

Vida

Neste dia que começa
desse ano que se finda.
De certo nasce uma vida,
e outra seu tempo termina.
Neste dia em que o sol
não deu por aqui as caras,
mas além das nuvens paira,
faz nascer minha palavra,
que é do tempo semente
de transformação luzente,
pois nada é permanente,
tudo se move calmamente
da nossa vontade independente.
Então meu amor de mel
andemos com o vagar do céu!
Nessa jornada de conhecimento
façamos da paixão fermento,
do coração doce incremento,
para dar vazão ao nosso sentimento.
Pois de tudo que há na vida,
não existe coisa mais bonita,
do que você enternecida
nos meus braços acolhida!

(Para Cristiane)

29 de dez de 2009

Tudo que sempre quiz

No começo um colo e um peito,
no conforto do seio de mãe eu era afeito.
Depois muita e fofa areia
só para mim uma caixa inteira!
Descobrir o mar e suas ondas,
queria flutuar naquela espuma toda.
Mais tarde a luta e o judô,
levantar seja como for,
na importa o golpe
o suor a fibra nos devolve.
Ai veio a literatura,
primeiro Aquiles e suas aventuras,
depois Pedrinho e seu bodoque,
num livro tudo estava a alcance do toque.
O mundo e as viagens,
a música na bagagem,
os sons ecoando nas paragens,
voltar e terminar a faculdade.
Ai apareceu uma Linda dama,
que com letras faz sua trama,
de alegria e fascinação,
para ela comecei a escrever então.
E, agora, tudo que quero,
e tudo que sempre quis
é faze-la sorrir e ser feliz!

(Para Cristiane)

28 de dez de 2009

Estar com você

Aportar no cais do Horizonte
encarar as montanhas defronte,
na verdade arranhaceis da capital,
te espero como é o natural,
com o coração acelerado
batendo em ritmo sem igual!
Tanto carro parecido
mas logo vejo o seu,
abro a porta e miro teu sorriso.
Teu beijo é doce recepção,
carinho do ardente corpo
que da medida da emoção,
que se consumará em nosso gozo!
No refugio dos namorados
nosso desejo se entrega exitado,
aos afagos de um dia iluminado,
que num milagre de Vênus,
não dura menos,
sempre mais e mais
a cada suspiro que seu corpo faz.
Depois do ardor abrandado
ainda há tempo
para com os amigos um trago,
torcedores e incentivadores
dos sonhos, dos nossos egos,
de nossa felicidade além de Eros.
Estar com você
é tudo que quero!

(Para Cristiane)

26 de dez de 2009

Todo Dia

Desde do primeiro beijo
de manha, na sexta-feira,
que seu olhar eu vejo,
toma minha alma inteira,
une as palavras numa esteira
de poesia emocionada.
Palavra improvisada,
palavra pensada,
palavra excitada,
tudo na mesmo fornada.
Todo dia em verso
conto de teus progressos,
não só as façanhas,
mais também suas manhas,
seu falar emocionada,
de como ficas encantada
com as crianças e suas jornadas
no mundo da palavra.
E com estas mesmas
me deste um presente,
a poesia em meu coração latente,
liberas-te uma torrente!
Te digo sem medo
és mais que desejo,
és corpo que por mim arde,
és idéia que surge no meio da tarde
és alma que repousa no burburinho da cidade!

(Para Cristiane)

25 de dez de 2009

O Dia do Teu Nome

Hoje é dia daquele
que com sua palavra
mudou o mundo,
trouxe mais amor a ele.
Seu nome vem dele,
e nessa hora agradeço
pois todo dia é um começo,
no seu sorriso me enterneço,
nas suas pernas faço berço,
com teu beijo cresço,
e cada vez melhor escrevo,
pois minha poesia tem endereço,
seu coração Linda mulher!
E tudo que o poeta quer
e poder sempre te amar,
sempre ouvir seu doce suspirar!

(Para Cristiane)

23 de dez de 2009

Musa do Castelo

Numa lagoa de Minas
tem um castelo,
lá mora a Mulher menina,
musa que amo e quero.
Já versada aqui
mas sempre é bom repetir
o que lhe faz sorrir,
um verso bem inspirado
um beijo suspirado,
tudo que é de seu agrado
faz meu rimado.
Ela tece a vida mais bela,
as vezes fica uma fera
mas acaba com qualquer querela,
com sua bondade revela
sua sabedoria de professora,
faz brilhar flor de primavera.
E assim verso seu viver,
para sempre poder
participar do seu querer,
ouvir sempre ela dizer:
Poeta eu amo você!

(Para Cristiane)

22 de dez de 2009

Aqui Comigo

Um sentimento vasto
que está por todo lado,
teu mundo está em todo fato
de por ti ter me enamorado.

Os verbos se recusam
a ser tempo passado
no presente se conjugam
quando estás de olhos fechados.

Tua língua percorre o lábio,
procura o momento exato
em que nosso amor foi revelado,

Estás aqui comigo
assim como em ti me abrigo
quando nossos corpos em amor tem ardido!

( Para Cristiane)

21 de dez de 2009

"Amor Move Agente"

Manhã de Domingo
uma mãe na cozinha com carinho,
fazendo o almoço
com sorriso no rosto,
conversa com sua filha mais velha,
esta já madura e esperta,
ouve atenta a prédica.
- Você sabe querida?
O amor move agente,
é uma coisa bonita,
assim você foi sempre
de seu jeito diferente,
por isso te gostam toda essa gente!
- Puxas- te teu pai
onde estiver ele está contente!
Filha, professora menina,
Mãe, senhora fada,
as duas de conversa fiada,
aprendendo e ensinando
a lição da caminhada,
mostrando que vale a pena
continuar na estrada!

(Para Cristiane, Professora e Menina, e sua Mãe, senhora fada.)

20 de dez de 2009

Tempo, Espaço & Amor

Os físicos de outrora
nos trouxeram racional aurora,
relacionaram tempo e espaço,
perceberam a força do átomo,
com uma bomba fizeram um estrago.
Em mim explode,
mas de outro modo faço
meu estardalhaço.
Meu tempo é teu afago,
meu espaço é o remanso
de teus quadris me roçando,
em amor interajo
com o cosmos dos teus lábios,
em tua mordida astuta
da a prova arguta
do amor que nos inunda!

(Para Cristiane)

19 de dez de 2009

Luz da Estrada

Depois do anoitecer,
atrás do horizonte o sol se disfarça
de Lua e tem as estrelas como comparsas.
Na estrada as luzes indicam o caminho,
pode parecer que você esta sozinho,
mas no final da rota tem um destino,
uma moça guarda para mim seu carinho,
nos seus beijos fiz meu ninho,
e a luz , as vezes, diáfana
é como pequena fada,
que pisca intermitentemente,
no ritmo do coração da gente,
faz a distancia ser pequena,
pois nossa vontade é imensa!

(Para Cristiane)

16 de dez de 2009

Para ser feliz

É assim....
Nem sei como se diz,
tudo parece por um triz,
um sentimento antigo,
mas em mim parece que refiz
cada palavra, cada artigo,
e inventamos nossa gramática.
Feita de sonhos e gemidos,
de amor na diária pratica,
as vezes não muito exata,
mas sempre enfática,
de sentir-te aqui comigo,
nesse arrepio saído do umbigo.
É como gritar bem alto,
como escrever no asfalto
teu nome com giz,
para ser e te fazer feliz!

( Para Cristiane)

14 de dez de 2009

Explosão

Parece um golpe de ar,
mas só é respiração.
Um segundo no furacão,
calmaria no mar,
mais vislumbre de imensidão,
triburilar do teu coração!
Palavra de emoção,
sangue rápido em tensão
leva a libido de então
fazer explodir toda a razão!
Me traz você pela contramão,
para realizar a lição,
que diz que tudo vale,
não importa quanto resvale
nos institucionais entraves,
no peito teu desejo me arde!

(Parta Cristiane)

13 de dez de 2009

Cheiro Gostoso

Nessa tarde de Domingo
tem um cheiro de bolo subindo,
pairando, o ar invadindo.
Lembro de teu sorriso
quando do paladar os mimos,
você saboreia num doce fino,
de tua alegria enrubescida,
quando os olhos abres
e me vê te admirando mastigar,
então me presenteia
com seu riso de menina.
Neste dia meio chuvoso,
há um odor de terra molhada
misturado com o de bolo,
me lembra seu cheiro gostoso,
que é difícil descrever, precisar,
as vezes jabuticaba a voar,
as vezes cheiro de quem quer amar,
mas sempre faz minha boca aguar!

(Para Cristiane)

12 de dez de 2009

Agora

Numa estrada da memória,
o ontem foi embora
e todo dia nasce o sol sem demora,
mesmo dentro de casa
sinto seu calor lá fora.
Erros e acertos
parecem estar sintonizados,
e me trouxeram aqui agora,
nos teus carinhos enredado,
no teu amor fortificado.
Penso no futuro,
que na verdade é fruto
de tudo que foi realizado,
e não está ainda marcado,
está sim plantado
na terra do teu peito,
toda vez que estou contigo abraçado!

(Para Cristiane)

8 de dez de 2009

Uma Lapa a Dançar

Ela veio voando pelo ar,
nem ligou para o temporal
que ia desabar,
as gotas de chuva
vieram seus pés beijar!
E no passeio ela, linda,
se pôs a desfilar,
de mãos dadas
com seu poeta,
fizeram seu caminho
pela rua aberta,
sua desatinação era certa,
o samba que faz
balançar quadris e pernas!
No salão fizeram seu traçado,
anexados poeta e musa,
no seu próprio ritmo
se deleitando com a musica,
fazendo a seu jeito
estrada, e dança única.
Quando a musica acabar
os dois ainda estarão a se amar,
pois sempre na Lapa
uma nova musica hão de dançar!

(Para Cristiane)

6 de dez de 2009

Ela Quer...

Ela quer um mundo
que não cabe na palma da mão,
mas faz bater forte o coração
Ela quer um céu de brigadeiro,
para voar o dia inteiro
e a tarde comer chocolate
fazer a vida girar
como num baleiro,
deixar a bala do amor
derreter na boca com ardor,
sentir seu gosto até quando ela se for.
Ela quer também trabalho,
mas sempre apaixonado,
aquele que da sentido
a tudo que é vivido,
uma força que é diferente,
age nas almas docemente,
grava a vida na gente.
Ela quer abraço apertado,
seu poeta emocionado
nos seus ouvidos declamando,
versando sempre seu cotidiano
Ela quer......

(Para Cristiane)

3 de dez de 2009

Véspera

Num sentimento
de criança ancestral,
mais forte é o batimento
do coração que no natal.
Uma calma por saber
o que está por acontecer,
excitação de prazer
pois logo sei que vou te ver.
E das tarefas quero
logo me livrar,
pois com esmero
para ti vou me preparar,
colher palavras para te dar,
fazer nosso beijo ressoar
no tilintar de copos no bar,
nos lençóis de amor
que vamos nos enredar!

(Para Cristiane)

2 de dez de 2009

Sonhar acordado

Começo a sonhar quando acordo,
pois é dos poetas esse o modo.
Vejo tua face em cada esquina
pois na cidade deixas- te teu odor,
e mesmo apressado em labor
sinto nas calçadas teu cheiro de flor.
Sinto em mim tuas ancas,
um forte grito que arranca
do peito todo medo espanta,
porque nosso amor se levanta
todo dia, e sempre floresce,
com cheiro de jasmim amanhece
nessa vontade que permanece,
de cada dia mais se querer,
e acordado sonhar para viver.

(Para Cristiane)

1 de dez de 2009

Uma Velha Música

Voltando para casa
toca uma velha musica,
uma do Pink Floyd,
lembro de nós,
na verdade do meu querer,
de naquele instante ser
como Zeus e seus truques,
na tua janela aparecer,
te encantar com meu perfume,
te levar para passear nalgum bosque,
te deleitar com meu suave toque.
Devolvendo- te a sua cama,
onde delicadamente derrama,
seu corpo molhado do prazer
que nos versos e suspiros
comigo você veio ter.

(Para Cristiane)