30 de jan de 2012

Anteontem

Estava eu largado na cama
vendo como a poeira anda.
Pensando no amor perdido,
nos que eu invento
para o dia ser mais divertido.
Ontem passei entretido
no que sonhei sorrindo,
com minha imaginação
completamente embevecido.
Quando então soube
que derepente morreu um amigo.
O Hoje me deixou só no calçadão,
de amigos não senti solidão,
mas do sentindo de imensidão,
que nos ensina a eternidade do cristão.
Lembrei das falas de um asceta,
meu coração foi traspassado por uma seta.
O futuro não é mais que quimera,
sem o tijolo de agora
que na terra se acerta.