26 de fev de 2010

Pois bem

pois bem....
Na manhã das gotas de chuva
onde um poeta lembra de sua musa,
a cama é um continente
a ser descoberto por essa vivente,
deslisando pelos lençóis docemente
te procuro pela minha mente,
te encontro aqui dentro,
aqui no pulsante coração
e grito pra ecoar nesse mundão:
Te amo de Montão!


(Para Cristiane)

25 de fev de 2010

Apaixonado

Andava eu pelas ruas do Rio
assim meio destraído,
como podia eu pensar
que numa estrada de bytes
eu iria te encontrar.
As belas letras
fizeram-nos ver estrelas,
não as lá de cima,
mas as que dançam nas vielas,
que te fazem linda e bela
quando samba a luz delas.
Através de teu vestido rodopiante,
pude ser de tuas pernas amante,
pelo seu falar empolgado,
me conduziste pelo teu campo
de sonhos plantados,
lugar de onde te escrevo enamorado.
Sou teu biógrafo versante,
pois por ti me tornei de novo infante,
redescobri alegria de escrever,
de apaixonado por ti viver!

(Para Cristiane)

23 de fev de 2010

Um Lugar...

Há um lugar...
está fincado no peito,
mas também anda nos beijos,
toda vez que tua terra
aparece na televisão
seu hálito surge de sopetão,
um misto de saudade e gratidão,
pois sem você não haveria emoção.
Esse lugar...
cabe na palma da sua mão,
também é toda imensidão,
onde batalhas são travadas,
ao mesmo tempo sua morada
de alegria iluminada!
Nosso lugar...
que traz na porta de entrada
a luz da lua na sacada,
a vida reinvetada
num samba espalhado na calçada,
esse lugar é nossa jornada.
Advinha que lugar é esse então?
É nosso coração!

(Para Cristiane)

17 de fev de 2010

Noite com você

Ouço os acordes de Dolores
nessa noite, e em todas, te quero bem,
quero enfeitar teus cabelos com flores,
para teu amor dizer amém.
Quero sentir seus odores
e provar teus sabores,
toda vez que te vejo
são novos os humores,
nova forma de um mesmo amor
que se renova como da manhã flor.
E nada é mais precioso
do que estar com você,
os sinas do teu corpo ler,
o teu beijo nos lábios reter,
nos teus olhos ver o prazer,
pois nada é melhor
do que todas as noites com você!

(Para Cristiane)

Bom Dia!

Se diz assim automaticamente,
no vagar por toda essa gente,
que no dia a dia esbarramos,
nos lugares onde vamos.

Mas este simples vocábulo
muda de sentido num estalo,
quando de um sorriso largo
vem inesperadamente acompanhado.

Bom dia! Você alegre me diz,
transforma o dia triste em feliz,
a vida que anda monótona

renasce como a luz da aurora,
o amor nesse ser brota,
teu bom dia é beijo que me toca!

(Para Cristiane)

16 de fev de 2010

Ponteio do Carnaval

Eu aqui nesse calor infernal
na cidade do Rio 40 graus,
vejo a alegria do povo
fielmente seguindo o corso,
maravilha popular deste carnaval.
Toca aquele que não respeita distância,
meu coração dança sincopado
quando ouço seu trinado.
É Musa a contar
de um foliar diferente
de viola caipira com samba na mente,
invadindo o reino de Momo docemente.
Nesse ponteio no meio da praça
a Musa desfila sua graça,
seu sorriso a alegria não disfarça.
Ela dança até doerem os pés
e vermelha fica sua linda tez,
suas escudeiras estão com ela,
na sua noite só falta uma coisa bela,
ela liga pra dizer que ama esse poeta!

(Para Cristiane)

13 de fev de 2010

Sussurrante

Num suspiro furtivo
sinto teu estremecer,
som de desejo vivo
que me faz arder.
Cruza as montanhas
esse teu gemido,
que com um estampido
revela vontade tamanha.
Tu me faz homenagem
acariciando o pomo da libido,
tens em tua mente a imagem
do meu corpo de prazer retorcido,
que tem as paredes como testemunhas
de todo esse nosso alarido,
minhas costas lembram das tuas unhas,
meus lábios dos teus dentes,
que marcaram veementes
todo esse amor da gente!

(Para Cristiane)

11 de fev de 2010

Partes

Um passeio ao sol da tarde,
um sorvete de pistache,
um texto fazendo tempestade
no cérebro que quase arde.
Tudo que se faz a vontade,
um passeio no Saara,
a comida árabe adorada,
comprar contas e badulaques,
ver você passar o batom escarlate.
de todas essas coisas queridas,
que no meu corpo estão vivas,
que na minha pele são sentidas,
a melhor é saber que és minha
e de toda essa poesia você é a melhor parte!

(Para Cristiane)

Morrer & Renascer

Na pétala que o orvalho toca
que logo no solo estará morta,
na crisálida que é da lagarta sepulcro,
mas trará a nova borboleta ao mundo,
no vulcão que a terra devasta,
traz nova fertilidade com sua lava.
A revolução da tuas pernas
que abraça meu quadril na hora certa,
trás ao beijo novo viver.
Cada célula de pele
que no teu banho esfolha,
abre espaço para uma nova.
O céu que teu olhar explora,
infinita vida e morte
que vislumbramos toda hora,
bailar espacial da sorte,
de mundos fulgurantes
que nos lembram mesmo distantes,
do morrer e renascer em construção,
que vive nosso coração!

(Para Cristiane)

6 de fev de 2010

Você é...

você é:
aquela que passa da madrugada à manhã
faz todo o desatino, toda loucura sã
faz o guerreiro desafiar satã,
com Santa Bárbara e os raios de Iansã
combatemos o medo e derrota,
fazemos da dor uma nova rota
de alegria e esperança,
pois no meio da tempestade
vislumbramos a bonanza
que está no sorriso de quem se ama!
te amo!

(Para Cristiane)

4 de fev de 2010

A Moça e o Poeta

Assim nada de incomum,
haver amor desse jeito
se procurar em lugar algum,
andando-se por caminhos e estreitos,
talvez se ache parecidos trejeitos.
Essa história todavia
está em alta companhia,
pois o poeta a escreve com ousadia,
e louva sua Moça mais que Ave Maria!
De Tristão traz a bravura,
luta por essa paixão
mesmo que uns digam que é loucura.
Com Heloisa aprende a entrega,
na espera à esperança se apega,
nas horas aflitas escreve mais poesia.
Ouvindo o aldaz Orfeu
descobre que nada nesse mundo
é realmente seu,
se não viver o amor que Deus lhe deu,
que vale a pena descer a terra de Hades,
contrariando os homens a vontade.
Moça e Poeta
constroem uma estrada aberta,
de possibilidades repletas,
enquanto seus lábios se procurarem,
enquanto seu amor realizarem,
no leito que os espera!

(Para Cristiane)

3 de fev de 2010

Amar assim...

O dia só é dia
quando teu sorriso amanhece,
se não é noite ainda
e nos meus braços
teu sono permanece.

A tarde só da sua graça
quando anunciada
pelo cheiro da tua pele jabuticaba,
se não a manhã fica emperrada
no salivar da boca que se quer beijada.

A noite, esta é nossa morada!
Nada pode impedir sua chegada,
seus passos te trazem enamorada,
para fortemente nos amarmos assim
com gosto de limão- jasmim!

(Para Cristiane)