12 de nov de 2013

Palavra Minha

Palavra minha,
palavra sua.
Palavra infinita,
palavra na rua.
Palavrão!
Sem ser feio,
palavra de emoção.
Sendo anseio,
baticum do coração,
o poema assim me veio
para falar a ti, meu desejo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário