11 de nov de 2009

Novela

Santa Janete Clair!
Me diz dessa mulher,
ela é minha musa querida
o que de melhor há nessa vida!
Mas está tão indecisa,
no peito traz uma ferida,
conciliar seus desejos e sua família.
- Meu querido Poeta
só sou uma autora de novela,
minhas mocinhas eram muito espertas,
choravam e faziam drama na dose certa,
no final eu dava um jeito
e todas da felicidade tinham proveito.
- Te dou só um conselho:
Ame! Ame e seja intenso!
Pois paixão em ti reconheço,
e disso que amor é feito,
das telas ele sai em cada beijo
que você da na sua musa com efeito.
Obrigado dama da dramaturgia,
vou continuar com minha apologia,
dessa Moça Musa Menina,
que guardadinha lá nas trilhas de Minas,
aqui no mar a cabeça do Poeta desatina!

(Para Cristiane)

Nenhum comentário:

Postar um comentário