30 de ago de 2009

Sonho & Poesia

Nesta breve noite,
visitou meus sonhos Orfeu,
e disse "canta o amor teu!"
“Diz a ela quantos recantos
no teu andar percorreu,
quantas flores do falar
para ela, só para ela
você recolheu!”
“Diz do dia,
diz da Noite!
Da sombra
que traz o entardecer,
quando nos seus braços
ela vem se proteger.
Fala aos seus ouvidos
com muito carinho,
te torna outra vez menino,
e com doce refino,
faz-lhe poesia do sol matutino!”
Obrigado Grande Orfeu!
Seguirei os conselhos seus,
dica de um semi- deus.
Assim já logo faço
poesia para o amor meu!

(Para Cristiane)

Nenhum comentário:

Postar um comentário