21 de set de 2009

Amor de Verso

Para o bem versar
dizem que é bom estudar,
que boa letra deve-se praticar.
As silabas bem aglutinar,
versos cuidados pelas regras do Parnaso,
métrica perfeita e sentimentos rasos.

Digo que tudo quê preciso
é deu te alvo viço,
de teu chamar sem aviso
para me dar amor maciço
mesmo quando não está aqui comigo.

Por mais difícil que seja
amar a musa o poeta almeja,
e já te dei aqui a deixa,
não estas em altura desmedida,
andas nas ruas como menina
na feira reúne frutas
que escolhe astuta
e deste sabores que oferece ao poeta
faz-se a escrita repleta.
Nosso amor é verso,
estrelas temos por teto,
fazemos nosso andar no concreto,
o cotidiano é nosso arquiteto
atento e caprichoso,
pois viver cada minuto disso
que é da vida o gostoso!

(Para Cristiane)

Nenhum comentário:

Postar um comentário