21 de set de 2009

Poesia que vira vida

É parecido com o amor
permanece muito tempo escondida,
semente na terra fértil guardada,
que dessa seiva é nutrida.

Um sorriso no espaço
menina linda faz um bom comentário,
a palavra coça a língua e os dedos
começo a descobrir teus segredos.

As virgulas de nosso amor são raízes,
marcam o ritmo para sermos felizes
do raiar de novo dia são matizes,

A poesia em mim contida
são êxtases e lagrimas extraídas,
desse amar a ti que é sangue da vida!

(Para Cristiane)

Nenhum comentário:

Postar um comentário