15 de set de 2009

Força

Com pena leve
o Poeta te descreve.
De algodão tua pele
as essências perfumadas bebe.
Suas pernas fortes
que seu gingado desenham,
levam-te a teu Norte,
carregam muitos dotes.
Teu ventre macio,
onde o coração
faz seu aviso,
manda ondas de emoção
preencher o vazio,
contraindo e expandindo em alivio.
Teu o olhar cativante
mostra quem és num instante,
e o que serás doravante.
Marca de tua força,
mesmo quem não ouça,
ou tenha atenção pouca.
Basta te mirar
para ver teu brilhar!

(Para Cristiane)

Nenhum comentário:

Postar um comentário