13 de set de 2009

Lição

A mão da mãe com esmero
espalha pelo o bolo o recheio,
se pesa um pouco o confeito
é pelo exagero do amor
que lhe é afeito.
Aquele que o deserto sedento,
atravessa a procura de água e sustento
quando encontra da vida a fonte
quase afoga-se por contento
de beber o sumo que lhe da sustento.
O Poeta que de sua musa
precisa a todo momento,
com Professora menina
deve aprender a lição
que as vezes para bem amar
recilência e contenção
é preciso praticar.
O poeta pede a Linda dama
que continue as lições todo dia ensinar,
para este viver de versar
o amor que lhe tem para dar.

(Para Cristiane)

Nenhum comentário:

Postar um comentário